Auxílio Emergencial: Caixa libera saques da 4ª parcela para nascidos em outubro

Na segunda-feira (16), a Caixa Econômica Federal (CEF) lançou os saques e repasses da quarta parcela do socorro emergencial a um novo grupo. O grupo do qual você pode se retirar são os trabalhadores cadastrados no Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico) ou no site do governo federal e nascidos em outubro.

Dessa forma, os recursos do programa agora podem ser transferidos para uma conta corrente sem custo adicional para o beneficiário. Até então, o atendimento emergencial só poderia ser operado por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite pagar contas ou fazer compras em unidades parceiras com o código QR.

A retirada estava prevista para ocorrer no dia 6 de setembro, mas foi antecipada pela Caixa em duas semanas. Segundo o banco, o calendário da ajuda de emergência pode ser antecipado devido à adaptação dos sistemas tecnológicos dos beneficiários ao sistema de pagamento de ajudas.

Além disso, os beneficiários da ajuda que fazem parte do programa Bolsa Família já receberam saques e transferências. Isso porque esse grupo de beneficiários pode fazer saques e transferências de valores para qualquer agência lotérica da Caixa, por meio do cartão Bolsa Família ou do Cartão do Cidadão.

Calendários referentes à quarta parcela do Auxílio Emergencial

Quarta parcela do Auxílio Emergencial 2021: público geral

Mês de nascimento

Data do pagamento

Saques e transferências

Janeiro

17 de julho

2 de agosto

Fevereiro

18 de julho

3 de agosto

Março

20 de julho

4 de agosto

Abril

21 de julho

5 de agosto

Maio

22 de julho

9 de agosto

Junho

23 de julho

10 de agosto

Julho

24 de julho

11 de agosto

Agosto

25 de julho

12 de agosto

Setembro

27 de julho

13 de agosto

Outubro

28 de julho

16 de agosto

Novembro

29 de julho

17 de agosto

Dezembro

30 de julho

18 de agosto

Conforme mencionado, o cronograma original para a quarta parcela da ajuda de emergência foi adiantado em duas semanas. Anteriormente, o parcelamento ocorria no período de 23 de julho a 22 de agosto. Além disso, a Caixa já anunciou que não terá que efetuar o pagamento antecipado das seguintes parcelas, pois os calendários já estão atualizados.

Saiba mais sobre a rodada de benefícios de 2021
A ajuda emergencial foi criada em abril do ano passado pelo governo federal para ajudar as pessoas vulneráveis ​​afetadas pela pandemia covid-19. Era parcelado em cinco parcelas de R $ 600 ou R $ 1.200 para os pais solteiros e estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R $ 300 ou R $ 600 cada.

Nesse sentido, na rodada de socorro emergencial de 2021, foram oferecidas inicialmente quatro parcelas mensais de abril a julho, de $ 175 a $ 375, dependendo do perfil dos beneficiários:

Trabalhador autônomo: 175 USD

Mãe solteira sustentando família: R $ 375

Outras famílias: 250 BRL

Depois disso, em julho deste ano, o Governo anunciou a prorrogação da ajuda de emergência por mais três parcelas, até outubro. A medida foi tomada para que famílias vulneráveis ​​continuem sendo assistidas, enquanto a pandemia ainda estiver ativa.

 

Deixe um comentário